17/04/2017 às 08h33min - Atualizada em 17/04/2017 às 08h33min

Os 100 Dias e a Segurança Pública Municipal

- Redação: Agnelo Guimaraes
Fonte: Alphha4 Consultoria

Seguindo uma tradição Política e Administrativa, os Gestores Municipais eleitos através do voto democrático popular, usam como referência os primeiros 100 dias de Gestão para se nortear dentro de um plano de governo já exposto anteriormente em campanha, sabendo que mesmo com este plano, existe um tripé essencial para a sociedade divididos em Saúde, Educação e Segurança, com este tripé fortalecido cria-se o verdadeiro alicerce na evolução do município.

Sendo assim a Lei determina a obrigação dos gastos mínimos com Saúde e Educação, mais peca no que tange a Segurança Pública Municipal, só após o pacto federativo em 2014, que os municípios foram incluídos nesta Responsabilidade descrita através da Lei. 13.022, e tendo como ação primordial a prevenção a violência, utilizando como instrumento uma ferramenta de segurança moderna que são as Guardas Municipais, dando a oportunidade ao ente federativo que está mais próximo do povo que são os Municípios a poder cuidar dos seu patrimônio, da sua cultura e do bem estar do seu cidadão.

O Brasil vem alcançando números astronômicos na violência em que poucas guerras foram vistos, perdemos 43 mil pessoas mortos no trânsito por ano, 60 mil em mortes violentas, tendo como vítimas jovens em uma faixa etária de 15 a 24 anos, e ainda podemos somar a esta triste conta os 548 mil presidiários os quais 80% estão na mesma faixa etária, temos de refletir, a nossa sociedade está ficando velha? Estamos perdendo a força de produção? Estamos perdendo a paz? o que notamos é que a cada dia nas pequenas cidades o costume de poder dormir com as portas abertas e a velha Roda na porta da casa no final da tarde está ficando cada vez mais escassa, ao contrário do êxodo rural que levou pessoas a procura de trabalho, levando consigo cultura e valores aos grandes centros, a migração da atualidade está vindo a cavalo de forma inversa e trazendo consigo a chamada violência.

Vamos falara agora dos outros dois eixos do tripé, a violência tem um custo muito alto para a sociedade Brasileira, 5,9 % do nosso produto interno bruto são gastos com a violência, sendo que apenas 1.6% são investimentos, o resto distribuídos em pagamentos de seguros e gastos hospitalares dinheiro que poderia ser usado como investimento , quando nos Referimos a Educação as pesquisas indicam uma necessidade mínima de 12 anos de estudos para uma formação intelectual necessária básica, e a educação Moral como fica?, vamos ter que esperar começando de hoje 12 anos para que tenhamos uma sociedade melhorada intelectualmente? adianta investimentos na saúde sem investimentos na prevenção a violência? O caminho da paz é a educação, mais como vamos tratar o mal que já está enraizado? Bom só nos Resta agora analisar após os 100 dias de gestão quais as atitudes e projetos que serão aplicados em seu Município na prevenção a violência, e esqueçamos as filosofias jurídicas que Segurança Pública é dever do Estado, pois como dizia o pensador “Se cada um fizer sua parte, o Resultado sai melhor que o esperado”.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp