03/04/2019 às 21h28min - Atualizada em 03/04/2019 às 21h28min

Não ATERREM nossos sonhos! É o pedido da comunidade de Pau Ferro em Jacobina.



Prefeitura de Jacobina inicia implantação de aterro sanitário em Novo Paraíso mas população descobre e reage; Aqui não.

Há alguns anos, nosso saudoso Barbosa me fez refletir sobre sociedade e políticas públicas ao me fazer um questionamento: “Você sabe o motivo do nosso lugar não evoluir?” Lembro-me que citei inúmeras possíveis razões que achei pertinente, porém a resposta dele foi curta, “NÃO, nós não evoluímos quando aceitamos imposições e nos calamos diante de atos tiranos que sabemos desde o início onde dará”.

Vi por vezes, esses episódios acontecerem e a sensação de passividade e de impunidade chegou num ponto que, nem merecem comentários. Mas, mesmo diante de todo esse jogo de interesses, vejo no meu lugar, motivos que me fazem permanecer por aqui: A população é forte, acolhedora, o Paraisense é festivo, trabalhador e acredita num amanhã melhor. Acordamos cedo, levantamos com o amanhecer para lutarmos diariamente pelo que sonhamos nos tornar.

Mas... Estão com planos de ATERRAREM nossos sonhos! O sonho do apicultor em correr o mundo com um produto de qualidade, o sonho de centenas de famílias que vivem da agricultura familiar e fazem da mandioca, da farinha, do beijú, da tapioca, do feijão e do leite, o orgulho da mesa farta, o sonho dos comerciantes que poderão ter seus produtos com custos maiores, pois precisarão adquiri-los em outras regiões (já que os produtos locais possivelmente sofrerão desagrado), sonhos dos que sobrevivem do tanque 'limpo" que abastece o entorno, sonho dos moradores que se alegram ao contemplarem vivo um riacho centenário, os sonhos dos nossos filhos, uma geração que sofrerá por mais de 25 anos (no mínimo) os impactos desse ato de “Aterrar”.

O ATERRO SANITÁRIO virá para um local com aspectos socioambientais inapropriados e, junto com ele virá possivelmente, a poluição, o chorume, o metano, os urubus, o mau cheiro e o podridão.

Por Cleide Oliveira
, moradora da comunidade de Pau Ferro, que fica entre Salamim de Serrolândia e Novo Paraíso de Jacobina.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp