02/09/2019 às 16h35min - Atualizada em 02/09/2019 às 16h35min

Suspeitos de homicídios são presos na BA após fugirem de abordagem e invadirem hospital

Segundo a polícia, duas mulheres também foram presas dentro de carro usado para cometer assassinatos. Caso aconteceu na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado.

Por G1 BA


Dois homens suspeitos de cometer homicídios foram presos, na manhã desta segunda-feira (2), após fugirem de uma abordagem policial e invadirem a sala de serviço social do Hospital Esaú Mattos, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

Conforme Roberto Junior, coordenador da Polícia Civil na região, duas mulheres, que não conseguiram fugir da ação da polícia, foram presas antes deles no carro em que o quarteto estava, na frente da unidade.

Segundo informações de Roberto Junior, os suspeitos foram abordados após uma equipe das Rondas Especiais (Rondesp) encontrarem um veículo que foi usado por bandidos para cometer homicídios no último fim de semana. Os suspeitos não obedeceram a ordem dos policiais e fugiram no carro.

De acordo com o coordenador, ao chegar no hospital, Breno Diego Rodrigues Santos e Lázaro Augusto Soares Salgado desceram do carro e entraram armados no hospital. As mulheres identificadas como Patrycia Andrade Benedito e Caroline Barbosa Rodrigues foram presas dentro do veículo.

Roberto Junior informou que os suspeitos perguntaram para os funcionários onde era a sala de serviço social e pediram para ligar para a mãe de um deles. Os policiais chegaram no local no momento em que um deles fazia a ligação.

Ainda segundo o coordenador, os quatro suspeitos foram encaminhados para o Distrito Integrado De Segurança Pública (Disep). Com eles, os policiais apreenderam um revólver calibre 38, munições, quatro celulares, uma balança de precisão, drogas e o carro.

Ainda de acordo com o Roberto Junior, Breno Diego tinha um mandado de prisão em aberto. Não há detalhes sobre o crime cometido pelo suspeito.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp