13/08/2020 às 13h27min - Atualizada em 13/08/2020 às 13h27min

Suspeito de tráfico é preso com fuzil de mira telescópica na BA; arma é usada pelo exército norte-americano

Prisão ocorreu durante ação da polícia em Lauro de Freitas. Também foram apreendidos 2 kg de maconha, dinheiro, celular e balança de precisão.

Por TV Bahia
Suspeito de tráfico de drogas é preso com fuzil de mira telescópica na região metropolitana de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Um homem suspeito de tráfico de drogas foi preso com um fuzil com mira telescópica no bairro de Cassange, em Lauro de Freitas, cidade na região metropolitana de Salvador. Segundo a Polícia Militar, a arma é usada pelas forças armadas dos Estados Unidos.

De acordo com a PM, a ação aconteceu por volta das 21h de quarta-feira (12), durante um patrulhamento da Rondesp na região. Os policiais abordaram um veículo e encontraram o suspeito com um fuzil M4, 2 kg de maconha, dinheiro, celular e balança de precisão.

"É um velho conhecido da polícia, com várias passagens por tráfico de drogas, homicídios e estava com essa arma, de plataforma aérea, fabricação norte-americana. A arma chega no mercado aqui na Bahia por volta de R$ 75 mil e possui a mira telescópica, que dá precisão e alcance para um disparo de longa distância", disse o major Edmundo Assemany, comandante da Rondesp Atlântico.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito, identificado como Alan Rodrigues Caetano, 26 anos, atuava na região do bairro de São Cristóvão.

"Ainda que não seja rotina, como no caso do Rio de Janeiro, um único fuzil de assalto como esse pode comprometer o êxito de uma operação policial, com dezenas de policiais. Um policial pode ser alvejado a 400 metros de distância de forma fatal e sequer vai conseguir visualizar a pessoa que efetuou o disparo", explicou Fernando Veloso, comentarista de segurança.

A polícia informou que estão fazendo um levantamento pela região para descobrir como armas desse tipo estão conseguindo entrar na região, como também os valores delas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp