09/09/2020 às 12h51min - Atualizada em 09/09/2020 às 12h51min

Governo da Bahia assina acordo com a Rússia e quer testar efeitos da vacina Sputnik V

Protocolo do governo russo será submetido ao comitê de ética do Instituto Couto Maia, depois ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conepe), em Brasília - e também à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Por G1 BA
Imagem: The Russian Direct Investment Fund (RDIF)/Handout via REUTERS

O governo da Bahia concluiu na terça-feira (8) o acordo de confidencialidade com o governo da Rússia para que todas as informações científicas da vacina russa Sputinik V sejam repassadas para a fundação baiana de pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico, fornecimento e distribuição de medicamentos (Bahiafarma).

“Nós estamos em negociação com a Rússia já há duas semanas. Semana passada nós tivemos duas reuniões, uma na quinta e uma na sexta. E nós assinamos um, já havíamos assinado um memorando de entendimentos visando iniciar as tratativas pra testar aqui no Brasil a vacina russa Sputinik V em 500 sujeitos, em 500 participantes", disse o secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

"E ontem nós concluímos o acordo de confidencialidade que é um documento em que a gente se compromete a receber informações sigilosas deles, tratar de forma interna, confidencial, e a partir disso decidirmos, com base no que a gente vai ver, se a gente quer dar seguimento no projeto"

De acordo com o governo, o próximo passo é a instituição decidir se vai dar seguimento no projeto. O protocolo do governo russo será submetido ao comitê de ética do Instituto Couto Maia, depois ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conepe), em Brasília - e também à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

"Confirmando isso, nós iremos submeter o protocolo ao comitê de Ética e Pesquisa do Instituto Couto Maia, na sequência, à Comissão de Ética e Pesquisa, Conepe em Brasília, e também à Agência Nacional de Vigilância em Saúde, a Anvisa. Se eles aprovarem os estudos, o protocolo, dentro de um mês a gente pretende iniciar esse estudo da vacina russa aqui no estado da Bahia", explicou o secretário de saúde.

Caso haja aprovação entre todas as partes, o governo pretende iniciar o estudo da vacina russa na Bahia dentro de um mês.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp