06/02/2021 às 15h37min - Atualizada em 06/02/2021 às 15h37min

Crianças tem pênis parcialmente cortados em Quixabeira

Criança de 6 anos e Adolescente de 14 tem pênis parcialmente cortados por suspeito de abuso sexual

Fonte: Blog do Ril de Beto
IMAGEM ILUSTRATIVA
 

A Delegacia de Polícia da cidade de Quixabeira, no territótio de identidade da Bacia do Jacuípe, recebeu entre os dias de ontem(sexta) e hoje(sábado), dia 06 de fevereiro, duas denúncias de um suposto abuso sexual contra uma criança e um adolescente, moradores da Sede do município. 

O fato teria acontecido no final da tarde da última quinta-feira(04/02), no interior de uma construção, que está localizado no loteamento Eucalipto, em Quixabeira.

Segundo os pais, os menores G. A. S. de 6 anos e K. A. L. de 14 anos(ambos do sexo masculino), estavam andando de bicicleta, quando resolveram entrar em uma construção de uma futura residência. 

De acordo o depoimento dos menores, ao entrar no interior do imovél, eles se depararam com um homem desconhecido que já estava no local. As crianças relatam que o individuo  tirou as roupas de ambas e proibiu-o de sair. Assustados o garotos  tentaram fugir, porém não obtiveram exito, Neste momento o acusado utilizando uma lâmina de barbear, efetuou cortes superficiais nos pênis dos menores. 

Após a ação o individou teria fugido por um matagal com destino ignorado. As crianças foram para as residências sangrando devido aos cortes. Ao chegarem em casa, a principio, teriam relatados aos pais que os eles teriam sofrido uma acidente de bicicleta. Ainda na noite da quinta(4), o menor G.A.S relatou aos genitores o ocorrido. Já os pais do adolescente K.A.L que é "Especial", só foram informados do que realmente o que aconteceu, na sexta(05).

Devido ao trauma psicológico, ainda não foi possível extrair dos menores, se o acusado tentou algum outro ato libidinoso. De acordo com o depoimento de ambos, o crime foi realizado por um homem alto, magro, careca, moreno, e que trajava de short jeans e camisa escura.

EXAMES:

Após serem avaliados pela equipe médica na Unidade Básica de Saúde da sede e notificados pela Vigilância Epidemiológica, o qual foram submetidos a realização de exames de praxe, as crianças foram encaminhadas pela Delegacia de Polícia Civil de Quixabeira, na tarde de hoje(sábado), para o Departamento de Polícia Técnica de Jacobina, para serem avaliadas por um perito.

O caso será investigado pela DEPOL de Quixabeira, com o apoio da Secretaria de Saúde e do Conselho tutelar, com o objetivo de chegar até o autor deste crime, que pode ser enquadrado no artigo 217 do Código Penal Brasileiro que reza o seguinte: 217-A do Código Penal, que dispõe: "Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos: Pena - reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos".


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp