14/04/2022 às 17h44min - Atualizada em 15/04/2022 às 00h01min

Rodrigo Ohtake apresenta à Casa Vogue a transformação do escritório que herdou de seu pai

No mesmo endereço onde Ruy Ohtake trabalhou durante décadas, em São Paulo, o luto pouco a pouco dá lugar à celebração da vida. Seu herdeiro, Rodrigo Ohtake, transforma o lugar num estúdio com direito a exposição de mobiliário em espaço horizontal e ares de galeria

SALA DA NOTÍCIA Da Redação
Casa Vogue_edição de abril _escritório arquitetura_ Rodrigo Ohtake_foto_ Wesley Diego Emes
O GPS indica as mesmas coordenadas de antes, porém o lugar está diferente. Em entrevista para a edição de abril da Casa Vogue, Rodrigo Ohtake apresenta a transformação realizada no escritório que herdou de seu pai Ruy Ohtake. Com vista para a Avenida Faria Lima e o bairro dos Jardins, em São Paulo, o conjunto amplo traz um lilás enérgico no teto outrora escuro. Paredes internas caíram e um novo piso preto realça os itens expostos.

O estúdio ohtake (assim mesmo, com iniciais minúsculas) abriga agora grande parte do legado de Ruy Ohtake, misturado à proposta contemporânea de atuação definida por seu filho. Além de mostrar os objetos e móveis assinados pela dupla, como num showroom, o ambiente de 200 m² inclui uma extensa coleção de livros, maquetes, memórias, obras de arte e pertences reunidos em décadas e um portfólio de mais de 400 projetos.

A transformação, explica Rodrigo, resulta da elaboração do luto, iniciado em 27 de novembro de 2021, quando Ruy faleceu, deixando-o às voltas com a pergunta: o que fazer com tamanho acervo? Se, num primeiro momento, ele cogitou fechar tudo e vender o imóvel, logo mudou de planos, incentivado pelo curador e pesquisador de arte Waldick Jatobá. Mais do que cuidar da enorme produção, valia a pena zelar pelo nascedouro dela, concluiu.

Enquanto Rodrigo enumera as criações exibidas no ohtake – como uma poltrona inédita já com a nova grife, executada pela Amazônia, e a reedição de peças de Ruy, a cargo da mineira 31 Mobiliário –, vai retomando o patrimônio sob sua tutela. “Encontrei fotos de viagens, cartas de amor, croquis em papel de pão, assim como trabalhos em andamento”, diz, admitindo o desejo de doar o material, depois de organizado, preferencialmente a uma instituição nacional capaz de mantê-lo.

A vontade de assumir mais intervenções desse tipo desponta nas intenções de Rodrigo com a remodelação física e conceitual do espaço, também voltado à pesquisa de pré-fabricados para a habitação acessível. Uma metamorfose necessária, como ele encara – um pouco à maneira do pai.

Detalhes do estúdio ohtake podem ser conferidos na íntegra na revista Casa Vogue de abril, já disponível nas bancas e em versão digital por meio do site https://casavogue.revistadigital.globo.com/



Sobre a Casa Vogue
Casa Vogue é a revista de maior prestígio do Brasil em decoração, design, arquitetura e lifestyle. Referência máxima em comportamento e tendências, todos os meses encanta e inspira os amantes do bom viver.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp