05/11/2019 às 16h13min - Atualizada em 05/11/2019 às 16h13min

Coordenadores pedagógicos participam de encontro formativo em Salvador sobre o Novo Ensino Médio

Fotos: Claudionor Jr

Com o objetivo de discutir a implementação do Novo Ensino Médio na Bahia, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) promove até esta sexta-feira (8), no Colégio Estadual da Bahia Central, localizado no bairro de Nazaré, em Salvador, o 2º Encontro Formativo do Novo Ensino Médio. Nesta terça (5) e na quarta-feira (6), a atividade será voltada para coordenadores pedagógicos e gestores das escolas estaduais de Salvador. Já na quarta e quinta (7 e 8), o público presente será das unidades escolares de Valença e Alagoinhas.

Durante o encontro, os educadores discutem assuntos como “O Novo Ensino Médio baiano: princípios, fundamentos e organização curricular” e “PDDE – Novo Ensino Médio e devolutivas das PFC” e, também, participarão de atividades para socializar as boas práticas das escolas-piloto e das oficinas do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) e do Programa Ciência na Escola (PCE), além da oficina “Construção das unidades curriculares eletivas”.

O subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, falou da importância da formação. “O Ensino Médio no Brasil apresenta uma fase de crise sem apresentar uma resposta mais efetiva para a formação dos jovens para a vida, o trabalho e o convívio social. E, nos últimos anos, obviamente por conta da BNCC e de todas as necessidades do mundo social e do trabalho, essa discussão tem sido mais intensa. Aqui, na Bahia, o nosso objetivo é fazer esse debate muito mediado e dialogado com a comunidade escolar, pois os professores e professoras têm que, efetivamente, discutir e propor esse Novo Ensino Médio. Vamos percorrer seis polos de atividades e esperamos que o resultado final seja um consolidado de estratégias e propostas”, destacou.

A superintendente de políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão Brito, destacou as ações da Secretaria focadas na temática. “A Secretaria da Educação vem há mais de um ano debatendo o Novo Ensino Médio e a Bahia tem um piloto de 565 escolas participando desse programa e, ao longo desse último ano, as escolas trabalharam planos e propostas de flexibilização curricular. Esta formação, de certa forma, é uma culminância de um processo que resultou em uma proposta da Secretaria, que é um documento orientador para 2020 entre os anos subsequentes. A mudança curricular vai alcançar todas as séries do Ensino Médio e só deve estar concluída neste primeiro passo em 2023, quando a gente reorganiza as matrizes curriculares e começa a usar a ideia dos itinerários. Ou seja, uma mudança que se inicia a partir de 2020, mas que segue ao longo dos próximos anos”, explicou.

Para a coordenadora pedagógica do Colégio Azevedo Fernandes e Cosme de Farias, Marluce Guimarães, o encontro formativo é esclarecedor. “A formação é essencial para tirarmos as nossas dúvidas sobre como será a formatação do Novo Ensino Médio, sua aplicabilidade real na prática e as vantagens para os estudantes”, comentou a educadora.

Programação - A mesma atividade também será realizada em Itabuna, nos dias 12 e 13 de novembro, às 8h30, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, e em Seabra, no mesmo período e horário, no Colégio Estadual de Seabra. Já em Feira de Santana, a formação acontece entre os dias 18 e 21, às 8h30, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães.


Portal Serrolândia

Curta a página do Site Portal Serrolândia e mantenha-se atualizado diariamente, clique e participe.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »