05/11/2019 às 19h18min - Atualizada em 05/11/2019 às 19h18min

Secretário de Educação recebe educadores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Fotos: Josenildo Almeida

Participantes do 21º Encontro de Educadores e Educadoras do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), encerrado na segunda-feira (4), em Salvador, foram recebidos pelo secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, em seu gabinete, nesta terça-feira (5). Durante a reunião com o gestor estadual, os educadores fizeram um balanço do encontro, cujo tema foi “Atualidade na Educação do Campo: Agroecologia como conhecimento contra hegemônico na educação pública”, e dialogaram sobre as ações voltadas à Educação do Campo para 2020. 

O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre a importância do diálogo permanente com os profissionais da Educação. “Estamos sempre dialogando com os diversos movimentos através do Fórum Estadual da Educação. Os parceiros estratégicos serão sempre ouvidos para que possamos chegar mais perto, fazendo a inclusão dos públicos mais distantes, para além da Educação para Jovens e Adultos. Queremos já no começo, lá na outra ponta, garantir que a Educação do Campo já atraia e garanta a permanência desses estudantes assentados ou acampados da reforma agrária. Nasce, desse encontro, um calendário de trabalhos para 2020 que poderemos executar juntos com as duas equipes – MST e SEC – para garantir uma oferta de qualidade, valorizando a contextualização da educação deles”, pontuou o secretário, que participou da abertura do encontro dos educadores do MST, no dia 2/11. 

A coordenadora de Educação do MST, Síntia Paula Carvalho, destacou que importantes demandas foram abordadas com o secretário Jerônimo, com o intuito de fortalecer a Educação no Campo. “Construções de escolas e quadras esportivas e a ampliação dos cursos técnicos foram alguns pontos da nossa conversa. Viemos, também, agradecer pela parceria da SEC e do Governo do Estado no nosso encontro, que teve a duração de três dias com intenso debate voltados sobre a melhoria na Educação no Campo”. 

O 21º Encontro de Educadores e Educadoras do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra teve como objetivo fortalecer a Educação no Campo, qualificando ainda mais o processo de ensino e aprendizagem. A rede estadual de ensino conta com 21 unidades escolares situadas em assentamentos (escolas e anexos) na Bahia, com 812 estudantes. Além disso, a Secretaria da Educação do Estado oferece cursos técnicos de nível médio com foco em especificidades da Educação do Campo, a exemplo de técnico em Agroecologia e Agropecuária. 

Educação no Campo em números - A rede estadual de ensino conta com 21 unidades escolares situadas em assentamentos (escolas e anexos) na Bahia, com 812 estudantes matriculados na Educação do Campo. Além disto, a Secretaria da Educação do Estado oferece cursos técnicos de nível médio com foco em especificidades da modalidade, a exemplo de técnico em Agroecologia e Agropecuária.
 


Portal Serrolândia

Curta a página do Site Portal Serrolândia e mantenha-se atualizado diariamente, clique e participe.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »