27/11/2020 às 10h11min - Atualizada em 27/11/2020 às 10h11min

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO DE CRISTO

Foto ilustrativa: hsyncoban by Getty Images
“Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo,” Filipenses 1.27

Existe uma palavra que está em evidência nos nossos dias, a palavra “CRISE”. Ela está nos debates, nos fóruns, nos noticiários, nas escolas, no congresso nacional. De fato estamos enfrentando muitas crises em vários setores. Crise econômica, crise política, crise social, crise moral e crise espiritual. A maioria dos envolvidos busca uma forma de sair da crise, poucos se preocupam em saber o que a ocasionou. Mas, o que causou essa situação? Como evitar a crise? A Bíblia nos traz resposta a essa pergunta, através de recomendações e advertências, como a que encontramos na carta de Paulo aos Filipenses.

Filipos foi visitada por Paulo e Silas durante a segunda viagem missionária (At 16.12-40). Filipos (cidade cujo nome homenageia Felipe II, pai de Alexandre, o Grande), devia sua importância em parte à sua localização: ficava às margens da Via Egnatia, a maior via comercial da época entre o ocidente e o oriente. Fortes laços de amor cristão uniam Paulo aos membros da igreja de Filipos, por ele fundada. Agora, preso em Roma, o apóstolo é levado pelo Espírito de Deus a escrever uma carta aos filipenses adornada de ternura, com propósito triplo: Um dos propósitos, era trazer uma palavra pastoral, através de advertências e recomendações. E a primeira que ele faz está justamente no versículo 27. Viver de modo digno do evangelho de Cristo.

Em primeiro lugar, viver segundo o evangelho de Cristo, é pautar as decisões, no que ele nos ensina. Muito do que nós vivemos hoje, é fruto do que decidimos ontem.  Às vezes não levamos em conta o que a palavra de Deus nos recomenda, mas decidimos por influências emocionais, pela estética, pela conveniência, pela facilidade; optamos por um caminho mais fácil. Foi isso que aconteceu com Eva no Jardim do Éden (Gn 3.6). A palavra do Senhor nos adverte com relação à fascinação dos olhos, às vontades da carne e à soberba da vida (1Jo 2.16)

Em segundo lugar, viver segundo o evangelho de Cristo, é agir de conformidade com o que ele nos recomenda. Somos levados a agir segundo nossos pensamentos e os desejos do nosso coração, que na maioria das vezes nos engana. E quando isso acontece, atraímos pra nós e para quem estar ao nosso redor muitos prejuízos. Foi o que aconteceu com alguns Reis de Israel. (Dt 28.20)

Em terceiro lugar, viver segundo o evangelho de Cristo, é dispor-se a pagar o preço que ele nos impõe. O evangelho tem se popularizando em nossos dias, e tudo que se populariza perde a autenticidade; muitos querem Jesus como Salvador, mas não o querem como Senhor. Não querem abrir mão das suas paixões, seus desejos, seus projetos; ou seja, não querem pagar o preço. Jesus certe vez disse para uma multidão que queria segui-lo. “Negue-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me!” (Mc 8.34)

Quando vivemos segundo o do evangelho de Cristo: Desfrutamos de uma Alegria perene (“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos Fl 4.4); experimentamos uma Paz inexplicável ( “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus Fl 4.7); obtemos uma força inexpugnável (“Tudo posso naquele que me fortalece” Fl 4.13) e aguardamos com fé, um futuro imensuravelmente glorioso. “Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro (Fl 1.21)”.

“Não é tolo aquele que abre mão do que não pode reter para ganhar o que não pode perder” Jim Elliot

Albérico Macedo


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp