19/04/2022 às 19h38min - Atualizada em 20/04/2022 às 00h01min

Dicas para garantir o bem-estar do seu pet no feriado

Serviço de pet sitting e hospedagem domiciliar estão entre as soluções para ajudar os pais e mães de pets

SALA DA NOTÍCIA Rosangela Andrade
https://falahub.com.br/falacriativa/
Divulgação/DogHero

Para muitos, os feriados prolongados são uma oportunidade para descansar, relaxar e conhecer novos lugares. Contudo, pais e mães de pet estão sempre em dúvida e avaliando a situação, pois levar o pet em alguns passeios requer cuidados e atenção.

O bem-estar dos animais de estimação precisam ser considerados. De acordo com Thais Matos, médica veterinária da DogHero, maior empresa de serviços para pets da América Latina, nem sempre os pets aproveitam esses momentos de passeio, como é o caso dos gatos, por exemplo.

Quando o tutor resolve viajar com o gatinho, o pet é obrigado a ficar muitas horas na caixa transportadora. O estresse do transporte de gatos é tanto que ele pode sofrer com a queda de imunidade, se ele tem alguma doença crônica ela pode se agravar durante a viagem. Por isso, o ato de viajar com gato só deve ser feito em último caso, por exemplo, se a família vai se mudar ou se o animal precisa de atendimento médico”, considera Thais.

Não deixe seu pet sozinho em casa! — A questão relacionada à saúde dos pets é muito importante, segundo a médica veterinária. “Não importa se o tutor ficará um ou dois dias fora de casa, é preciso ter uma pessoa capacitada para atender às necessidades do animal de estimação. Outra razão para não deixá-lo sozinho é que muitas raças precisam de uma dose de exercícios diária. Ficar sozinho em casa pode fazer com que eles apresentem quadros de depressão, até mesmo se recusando a comer”. Os serviços de pet sitting e hospedagem domiciliar são soluções apropriadas para suprir essa necessidade e garantir a felicidade do pet, na ausência do tutor.  

Pet Sitter: neste serviço são realizadas visitas em sua casa enquanto você estiver fora, ideal para que seu pet mantenha a rotina sem sair do seu ambiente. Um diferencial importante para dar mais conforto ao animal, pois muitos podem ficar ariscos em ambientes novos. Os gatos não gostam muito de mudança. Por isso, até mesmo deixar o felino hospedado em um hotel para animais pode não ser uma boa ideia, ele pode se estressar e passar por momentos difíceis. O pet sitter brinca, coloca comida e água, troca tapetinho e o atende a tudo o que o pet precisa, caso seja idoso ou esteja em um tratamento especial, poderá dar os medicamentos. A visita tem duração de uma hora e também conta com a garantia veterinária.

Hospedagem domiciliar: seu pet passará a noite na residência de um anfitrião, recebendo toda atenção e carinho que merece, como se estivesse em casa. Ideal para os tutores que precisam se ausentar por muitos dias. 

Faça as malas do seu pet: o que separar?  — Se o tutor vai levar seu cãozinho em uma viagem ele precisa ter uma bagagem exclusiva, que deve ser composta por: guia, coleira, plaquinha de identificação (que tenha o contato do tutor), toalha, brinquedos, caminha, mantinhas, kit de higiene e ração em quantidade suficiente até o final da viagem, além dos potes de comida e de água. O tutor deve lembrar ainda dos remédios recomendados pelo veterinário (em casos de emergência). Fraldas descartáveis e confortáveis são uma opção para viagens mais longas, no entanto, se o pet não estiver habituado a esse tipo de acessório, é importante ter paradas estratégicas para ele fazer suas necessidades. Para a mala do pet que irá se hospedar na casa de um anfitrião, além da carteira de vacinação em dia, separar os objetos que fazem parte do dia a dia, como a caminha, a ração, petiscos e o brinquedo favorito dele. Como a interação entre pessoas, animais e ambientes desconhecidos são intensos nesse período de feriado prolongado, é crucial que as vacinas do seu pet estejam em dia, assim como as medidas profiláticas de controle contra pulgas, vermes e carrapatos.


Sobre a DogHero — a DogHero é a maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina. Pelo seu app e site, conecta quem tem pet a uma comunidade de heróis — formada por anfitriões, pet sitters, passeadores e veterinários —, que ajudam na rotina de cuidado com a saúde e bem-estar dos pets. Atualmente, a comunidade de heróis conta com mais de 30 mil cuidadores, que passam por um extenso e rigoroso cadastro e recebem orientação adequada, disponíveis em cerca de 750 cidades no Brasil. Listada pela Tracxn entre os 22 “minicórnios” em ascensão para o ano de 2021, a DogHero foi fundada em 2014 pelos empreendedores brasileiros Eduardo Baer e Fernando Gadotti. Em outubro de 2020, o marketplace de serviços se uniu à Petlove, Vetsmart e Vetus, construindo assim o maior ecossistema pet do país — a Petlove&Co —, com o propósito único de facilitar a rotina de quem tem pet.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp